Nesta postagem sobre novas aquisições da Biblioteca Social Fábio Luz, trazemos dois lançamentos editados pelo coletivo da Biblioteca Terra Livre: um livro com uma compilação de textos e artigos de Adelino Tavares de Pinho e uma reedição de Geografía Social Austral de Maximiliano Astroza-León.

Ambas as publicações foram doadas ao nosso espaço pela Biblioteca Terra Livre. O grupo da Biblioteca Social Fábio Luz agradece aos companheiros do coletivo pela doação e damos nossos votos de que esta importante atividade editorial tenha continuidade e ainda renda muitos frutos.

Os livros podem ser adquiridos entrando em contato diretamente com a Biblioteca terra Livre, neste endereço eletrônico.

Título: Pela Educação e pelo Trabalho e Outros Escritos
Autor: Adelino Tavares de Pinho
Editora: Biblioteca Terra Livre (Brasil)
Ano: 2012
Idioma: Português
Páginas: 136

Adelino Tavares de Pinho foi um anarquista português, mas que teve a maior parte de sua militância exercida no Brasil. Adelino participou ativamente do progresso do Ensino Racionalista, teorizado em grande parte por Francisco Ferrer y Guardia, tendo participado das fundações das Escolas Modernas Nº 1 e 2, de São Paulo, tendo sido, inclusive, diretor da segunda. Após o fechamento das escolas por parte do governo, Adelino continuou exercendo a profissão de professor, sempre com um viés libertário, e escrevendo para periódicos.

Este importante livro, lançado pelo Coletivo da Biblioteca Terra Livre, traz uma breve biografia deste militante anarquista, a qual, pela carência de documentos e informações, ainda contém muitas imprecisões, bem como uma compilação de diversas cartas, textos e artigos escritos por Adelino. A carência de dados sobre a vida de Adelino nos mostra a importância que tem publicações e pesquisas como esta. Manter viva a memória e vida de figuras importantes do movimento anarquista faz parte da luta dos anarquistas de hoje.

Um pequeno texto retirado da apresentação do livro pode ser encontrado no endereço eletrônico da Biblioteca Terra Livre aqui.

Título: Geografía Social Austral – La Dinámica del Anarquismo en Patagonia y Tierra del Fuego
Autor: Maximiliano Astroza-León
Editora: Biblioteca Terra Livre (Brasil) e Editorial Eleuterio (Chile)
Ano: 2012
Idioma: Espanhol
Páginas: 104

“O presente livro resgata uma história que não pode ser esquecida: a luta dos trabalhadores, da região mais austral do mundo, por sua libertação. O livro é fruto de um fazer geográfico libertário, que busca na análise combinada do espaço, da história e da sociedade compreender as lutas que mudaram a história de uma região.
A leitura dos clássicos nos dá subsídios para adentrar nesta leitura. Em diferentes partes do mundo as obras de Reclus e Kropotkin são lidas, estudadas e debatidas com entusiasmo por aqueles que compartilham a vontade de construir um mundo solidário, justo e belo. As palavras dos clássicos servem como inspiração e estímulo para que possamos nos manter nesta busca incansável e por vezes possibilitam encontros que são capazes de transpor as montanhas mais altas e as distancias mais longas.
Fruto desta busca, em 2011, o Grupo de Estudios José Domingos Gómez Rojas e a Biblioteca Terra Livre iniciaram uma estreita relação por ocasião do Colóquio Internacional Élisée Reclus e a Geografia do Novo Mundo. O evento, organizado pela Biblioteca Terra Livre, contou com a apresentação do trabalho Territorio y sindicalismo. Un análisis reclusiano del movimiento obrero de la Patagonia do companheiro Maximiliano Astroza-León, do Grupo de Estudios José Domingos Goméz Rojas, que foi o germe do presente livro.
Os laços de solidariedade e cooperação entre os grupos se tornaram mais intenso em 2012, quando a Biblioteca Terra Livre teve o prazer de participar da Jornada Encuentro libertario por las primaveras anarquistas organizadas pelos companheiros chilenos. Nesta ocasião germinaram os trabalhos editorais que culminaram neste primeiro livro.
Convidamos todos aqueles interessados à leitura desta obra reclusiana das lutas políticas e sociais do movimento dos trabalhadores da região de Magalhanes.”

Escrito por Adriano Skoda

(Resenha retirada do endereço eletrônico da Biblioteca Terra Livre)